Perspectivas para o Agronegócio em 2020.

O Agronegócio brasileiro representa atualmente cerca de 25% do PIB do nosso país e segundo as perspectivas apresentadas por órgãos de pesquisa, a tendência é que essa participação possa crescer em 2020. Alguns cenários são bastante favoráveis para a Agropecuária, como a alta na produção da Soja e o aumento na demanda de carnes. 

Para a MBAgro Consultoria, a perspectiva é que 2020 seja um ano excepcional para o agronegócio, levando em consideração a alta no preço da soja, milho e carne no mercado externo. A Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) prevê um crescimento de 3% no PIB Agro se comparado com 2019. Há ainda quem seja mais otimista, como a Diretoria de Política e Estudos Macroeconômicos (DIMAC) do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) que realizou um estudo junto ao IBGE e estima um aumento de 3,2% a 3,7%. De qualquer forma, é perceptível que há altas expectativas em relação ao desempenho do setor. 

Alguns fatores podem propiciar esse ambiente de crescimento do Agronegócio brasileiro, entre eles está a guerra comercial entre os EUA e CHINA, que segundo Alexandre Mendonça da MBAgro Consultoria, essa situação “já magoou muito a agricultura americana”, razão pela qual houve um aumento a um nível recorde no endividamento dos produtores americanos. Nesse cenário, há espaço para que o Brasil se torne o maior produtor e exportador de soja do mundo, pois é esperada uma área plantada 2,6% maior que em 2019, totalizando uma safra de 121, 1 milhões de toneladas. 

Outro importante fator que pode influenciar nos bons resultados do setor, é a Peste suína africana, que já reduziu pela metade o rebanho chinês e pode fazer com que o país asiático perca ainda cerca de 23 milhões de toneladas de carne suína em 2020, esse número representa 20% da produção mundial. Uma situação como essa, faz com que o mercado pressione cada vez mais os produtores de carne, aumentado a demanda e, portanto, elevando os preços. Logo, configura-se assim uma excelente oportunidade para a pecuária do Brasil. 

Segundo o Ipea, um dos grandes riscos para o desempenho do setor é impacto do novo Coronavírus, pois tanto a Soja como as carnes são itens importantes quando falamos de exportação para a China. A Soja pode ser menos impactada, pois a colheita já foi iniciada e o PIB é contabilizado pelo volume colhido, já a carne pode receber um abalo mais significativo, dado a dinâmica maior de produção e as ações para a contenção do vírus, como quarentena de cidades inteiras, que geram dificuldades para manter os contêineres refrigerados nos portos chineses, assim como a circulação da mercadoria pelo país. As incertezas em relação ao mercado Asiático, podem influenciar diretamente na queda do preço desses itens que são a aposta para o crescimento do mercado brasileiro. 

Ainda é incerto se os resultados alcançados pelo Agronegócio serão de fato positivos, pois ainda há uma série de incertezas no mercado que precisam ser dribladas, principalmente o Coronavírus que afeta diretamente um dos principais parceiros comerciais do Brasil. Portanto, é de suma importância acompanhar os movimentos do mercado interno e externo para conseguir antever problemas e oportunidades.


Deixe um comentário

2018 © About Brazil. Todos os direitos reservados.