Cenários pós-pandemia

Chegamos em 2021 ainda vivendo uma pandemia que parece não ter fim, mas os primeiros passos de recuperação já parecem estar surgindo com as primeiras doses da vacina. E nessa nova fase, volta o questionamento sobre o que podemos esperar para o pós-covid-19?

O Coronavírus nos fez mudar vários hábitos em diferentes aspectos do nosso dia a dia, no trabalho, lazer, relações, etc. Algumas dessas mudanças tendem a se manter na nova realidade que passaremos a viver, assim como afirma o biólogo Atila Iamarino “O mundo mudou, e aquele mundo (de antes do coronavírus) não existe mais. A nossa vida vai mudar muito daqui para a frente, e alguém que tenta manter o status quo de 2019 é alguém que ainda não aceitou essa nova realidade”.

No universo do trabalho, o que mais desponta como tendência não é mais o modelo de home-office, que apesar de ainda estar sendo bastante adotado pelas empresas, já mostrou algumas fraquezas e vem perdendo espaço para o trabalho híbrido, no qual o colaborador trabalha alguns dias em casa e outros presencialmente. Segundo uma pesquisa realizada pela Revelo, empresa que conecta organizações a profissionais em busca de oportunidades, 50% dos profissionais ainda preferem o home-office, enquanto os outros 50% já preferem o modelo híbrido.

A forma de consumir é outra realidade que passou por mudanças que devem permanecer. Para a Copenhagen Institute for Futures Studies o “menos é mais” irá fazer parte do hábito do consumidor daqui para a frente, não só por conta das dificuldades financeiras impostas pela pandemia, mas pela necessidade do consumidor de entender e focar no que é prioridade e no valor gerado.

Cuidados com saúde e bem estar também tendem a estar mais presentes, assim como a permanência do receio com aglomerações, portanto, estabelecimentos como restaurantes, bares e cafés poderão se beneficiar caso adotem estratégias que caminhem no sentido de evitar concentração de pessoas, como o distanciamento entres as pessoas e fácil acesso a itens de higiene.

Nesse momento é importante se antever e se adaptar às novas perspectivas que surgem no novo mundo, somente dessa forma é que as organizações conseguirão passar por esse momento com o mínimo de impactos negativos. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *